segunda-feira, 3 de março de 2014

Precisa-se de Pediólogos!

A escolha do pediatra é algo essencial pra você acompanhar o seu baby, então como escolher?

Eu ainda não sei, mas eu sei que as minhas experiências com pediatras até agora não foram muito boas. Tá, eu não realizei uma extensa pesquisa e sempre marquei em cima da hora naqueles que tinham vagas kkk

Mas desde a maternidade quando todo dia passava um diferente eu percebi que os pediatras andam meio no "automático". Olhando pro seu baby como se fosse um número de série, será que eles não entendem a preciosidade que é pra nós?

Quando sai do hospital eles disseram que a Lara tinha que se consultar em 1 semana, pirei!! Não achava vaga em lugar nenhum, até que achei um pediatra-disputado-que-atende-por-ordem-de-chegada. Lá estávamos nós, ele parecia mais um comediante bruto do que um pediatra, mandou tirar a roupa da Lara, pesou, mediu, fez um tanto de piadas e deu as considerações finais: dar uma banho de sol e 15 minutos em cada peito. Eu na hora assustei!!! 15 minutos? Em que mundo? Falei que ela ficava no mínimo 40 min em cada peito e ainda reclamava, ele me mandou ir ao banco de leite (única coisa boa). Comentei que tava sofrendo por causa do bico e etc...ele só falou: é assim mesmo, já era...não queria ser mãe?

Saí de lá na esperança de encontrar outro, 2º mês lá estava eu em outro pediatra...mesmo procedimento, tira roupa, pesa e blá blá..alguma dúvida?
Sim!- Ainda tô com o seio um pouco ferido
-É assim mesmo, vai sofrer.Mais alguma coisa?
- Tá saindo um pouco de sangue no cocô, a mulher do banco de leite disse que é alergia ao leite.
- É pode ser (com a mão na caneta doido pra receitar) compra esse complemento (caríssimo), aproveita e compra esses remédios.
-Tá.

Sabe o que mais senti falta? Só de um Oi tudo bem, como você está? Imagina aí, você acaba de ter um filho, tá stressada, cansada, ferida (algumas de nós), costurada e chega no pediatra e ele te trata como se fosse um caixa de supermercado. Eu saí de todos mais triste do que quando cheguei, acho que só algumas palavras poderiam ter mudado a história. Em vez de um: é assim mesmo você vai sofrer...alguma coisa do tipo, eu entendo pelo que você está passando, agora é um momento difícil mas quero dizer que você é capaz de superar, por você e pelo bebê. Uauuuu, por isso digo que precisamos de pediólogos: Pediatras+Psicólogos, ou simplesmente gente mais gente.

Além disso, cada pediatra tem uma opinião sobre aleitamento exclusivo, dar água, dar chá, não dar nada..enfim, te deixa louca!! Mas preciso deixar registrado o meu contato com as pediatras do Banco de Leite (HMIB) todas foram super simpáticas e me ajudaram demais. Até hoje tenho ido lá, estou finalizando o tratamento e encontrei verdadeiras pediólogas maravilhosas :) Elas incentivam o aleitamento materno mas não te crucificam se você estiver usando o leite artificial também. É isso.

Precisamos ser mais gente, por isso Jesus diz: "Ame ao próximo com a si mesmo", o próximo pode ser qualquer um, seu parente, marido, amigo, cliente, inimigo e até paciente.